Dicas de Marketing – Liber Global
Dicas de Marketing – Liber Global

Por que você deve usar o Facebook Ads?

Se alguma vez, ao longo da sua estratégia de Marketing Digital, você ouviu falar que não deve investir em Facebook Ads, saiba que é importante levar em conta a sua própria estratégia e objetivos, evitando esse tipo de conselho generalista.

Dito isso, o trabalho com Facebook Ads pode ser extremamente rentável a partir do momento em que essa estratégia é condizente com o perfil do seu público e seus objetivos de negócio, atuando de forma integrada com as demais ações já executadas pela sua equipe.

Vale ressaltar que o Facebook Ads é uma das mídias pagas mais eficientes do mercado, isso porque, além do amplo público usuário da rede, suas campanhas podem adquirir diferentes formatos, não se limitando apenas aos textos.

Além disso, o poder de segmentação do Facebook Ads é enorme e você pode detalhar para a ferramenta o perfil do público que você deseja alcançar. Sem contar que é possível fazer testes com o mesmo anúncio e mensurar os resultados, podendo replicar os melhores.

Parece incrível, não é mesmo?

E, para que seja compreendido todo esse valor que a ferramenta é capaz de agregar, vamos apresentar alguns dos termos e conceitos mais importantes usados por ela.

1. Defina e conheça o seu público
Definir o público que você deseja atingir com o marketing digital é uma das primeiras coisas a se fazer. E não é apenas definir, mas conhecer o seu alvo. O público poderá ser algo mais abrangente ou mais específico, isso dependerá do produto ou serviço que você oferecer.
Faça uma pesquisa de mercado, construa uma tabela de oportunidades, ameaças, forças e fraquezas do seu negócio e realize a chamada Análise SWOT, isso certamente irá ajudá-lo a tomar decisões importantes nesse momento.

2. Escolha os melhores canais para comunicação
Definido e conhecido o seu público, é hora de escolher os canais mais atrativos e fáceis de chegar até ele. Ter um site próprio ou um blog é importante, passa uma maior confiança às pessoas e ajuda na fama do seu negócio.
Crie perfis do seu empreendimento nas redes sociais mais práticas e de maior alcance para o seu público, como Facebook, WhatsApp e Instagram. Mas atenção: é preciso saber o que realmente funciona com o seu público, fazer um planejamento para atualizar estes canais com regularidade e priorizar aquele que te der mais retorno positivo.

3. Crie conteúdo
Definido o seu público e os melhores caminhos de chegar até ele, é preciso agora criar conteúdo para abastecer os seus canais de comunicação e oferecer a outros meios, como a imprensa, fazendo o uso de releases do seu negócio, por exemplo.
Breves dicas para criar conteúdos são: analise o seu negócio e veja que tipos de temas atrativos ele pode render baseado na sua utilidade, diferencial, inovação etc.; Utilize uma linguagem simples e de leve estrutura visual.

4. Encontre clientes
Com seus canais de comunicação em funcionamento e a proliferação de seus conteúdos, você atrairá possíveis clientes até você. Porém, se você deseja outras formas de conquistar clientes, uma sugestão é cadastrar o seu negócio em sites especializados em conectar empreendedores a clientes.

5. Avalie os seus resultados
Documente todos os passos do seu negócio e avalie os seus resultados do marketing digital. Veja os pontos positivos, negativos e trace metas e estratégias para otimizar o seu empreendimento. Utilize ferramentas gratuitas da internet, como as de SEO, para auxiliar suas análises. A periodicidade da avaliação fica a seu critério.

1. Suba vídeos no Facebook: Uma forma de aumentar o alcance das suas publicações é fazer o upload de vídeos direto na página da sua empresa no Facebook.

2. Utilize os conhecimentos do Facebook a seu favor: Assim como o Facebook conhece seus hábitos e gostos na hora de selecionar o que você irá visualizar na linha do tempo, ele também conhece seus clientes. Utilize esses dados para segmentar melhor seus posts e anúncios.

3. Use o Linkedin para gerar listas de e-mails: Crie uma conta para sua empresa no Linkedin, ele é muito importante para gerar estratégias, ampliar horizontes e gerar contatos. Nessa rede, você pode gerar uma lista de e-mails a partir dos usuários que seguem sua empresa e utilizá-la como e-mail marketing.

4. Aproveite suas listas de e-mails no Facebook: Nem sempre é válido acionar uma lista de e-mails através do e-mail marketing, dependendo do estado em que esteja esse possível cliente, pode gerar resultados negativos. Uma alternativa menos invasiva é patrocinar um anúncio no Facebook, segmentando exclusivamente para os donos desses endereços de e-mail.

5. Faça posts com ofertas especiais para cada tipo de cliente: Segmente seus anúncios no Facebook de acordo com o público que você quer atingir. O Facebook Ads te ajuda com essa segmentação, fazendo com que seus anúncios tenham um retorno ainda maior.

6. Tem muitos fãs? Anuncie para quem ainda não é ‘lead’: Utilize a segmentação de anúncio no Facebook para atingir usuários que curtiram sua página mas ainda não são seus cliente. Não esqueça de gerar conteúdos relevantes e interessantes.

7. Utilize comentários do Youtube: Na hora de exibir vídeos da sua empresa, utilize comentários que aparecerão em caixas de texto durante a exibição e no final redirecione sempre o usuário a outros conteúdos relacionados ou ao site da sua empresa.

8. Siga seus clientes nas redes: Seguir clientes nas redes sociais é uma forma de estabelecer contato e gerar interação. Ele vai se sentir valorizado e provavelmente seguirá a página da empresa de volta.

9. Use Twitter Cards: Tweets com imagens, enquetes, vídeos e etc, são muito mais efetivos e alcançam um número maior de usuários.

10. Insira botões de Compartilhamento: Facilite a vida do usuário na hora de compartilhar alguma frase ou publicação do site da sua empresa. O compartilhamento de seu material na rede social pode gerar mais tráfego para seu site.

11. Faça um pente fino em seu site: Faça periodicamente uma revisão de erros de programação, imagens cortadas e ajustes no tamanho de textos. Quanto mais claro e prático, melhor!

12. Faça um trabalho de links internos: Procure sempre linkar conteúdos relacionados e que podem incrementar a experiência do usuário que está navegando no seu site. Redirecionando para páginas relevantes e complementares dentro do seu site.

13. Crie conteúdo relacionado à empresa: Lembre-se de criar um conteúdo que tenha relação com o produto ou serviço oferecido pela empresa. Podem ser textos explicativos, dicas de atuação no mercado, pesquisas, notícias, etc.

14. Utilize o e-mail marketing para conversar com o usuário: Deixe claro para o usuário como será a prática do e-mail marketing, lembrando sempre de apresentar conteúdos que sejam relevantes para cada tipo de estágio em que os usuários se encontram. Converse com o cliente, para evitar a rejeição aos e-mails.

15. Não venda a descrição, venda a transformação: É mais eficaz apontar o problema que o usuário poderá resolver com seu produto, do que penas detalhar e mostrá-lo.

16. Segmente sua oferta, mesmo que a oferta seja a mesma: Você pode oferecer o mesmo produto ou serviço de forma diferente para seu público, pois podem haver clientes em estágios diferentes de consumo. Trate o consumidor que acaba de entrar em contato com sua empresa de uma maneira e aquele que já está habituado com as práticas dela, de outra.

17. Converse com clientes inativos: Entre em contato com clientes inativos e descubra porque deixaram de consumir seu produto ou serviço. Melhore a experiência e fidelize seus clientes. Lembre-se que é mais vantajoso ter uma base menor, porém engajada.

18. Use a página de agradecimento para dar o próximo passo: Quando o usuário consumir seu produto de fato, exiba uma página de agradecimento. Isso irá melhorar a percepção desse cliente e abrirá portas para próximos passos.

19. Adote o Live chat: O chat deixa o usuário mais confortável e encurta a distância entre cliente e empresa.